Hitachi

Compartilhe:

Translate:

PT EN

Vencer as dificuldades do relevo era condição para o novo sistema de abastecimento da SABESP começar a funcionar.

Equipamentos não podiam apresentar defeitos ou necessitar de reparos e manutenção.

Para que o Sistema Cantareira pudesse fornecer água tratada de qualidade a população de São Paulo, havia a necessidade de se elevar uma grande quantidade de água através da Serra da Cantareira até a estação de tratamento de água do Guaraú.

Mas vencer as dificuldades do relevo não era o único empecilho. A população de São Paulo ficaria dependente da água que o Complexo Cantareira viria a fornecer, portanto os equipamentos deveriam funcionar praticamente sem apresentar defeitos ou necessitar de reparos e manutenção que afetariam sua produtividade.

Uma pesquisa foi conduzida para buscar uma empresa com conhecimentos e capacidades tecnológicas suficientes para planejar e construir equipamentos tão complexos, o que trouxe a SABESP até a Hitachi.

Carlos Roberto Dardis

“A elevação dos altos volumes de água por 120 metros até a estação de tratamento foi para nós um grande desafio. Precisava-se de equipamentos de alta qualidade e durabilidade, já que o trabalho de bombeamento não poderia parar por grandes períodos para reparos sem comprometer o abastecimento de água a milhões de habitantes.”

Carlos Roberto Dardis Gerente de Divisão de Recursos Hídricos Metropolitanos Norte.

SABESP apresenta metas à Hitachi.

Logo que iniciou sua participação no projeto, a Hitachi foi apresentada aos seguintes desafios, começando desde então a buscar soluções para suprir as necessidades da SABESP e ajudar a viabilizar o projeto.

  • Vencer as dificuldades de relevo e bombear um grande volume de água por 120 metros de altitude.
  • Fornecer um produto que exigisse reparos e manutenção mínimos.
  • Fornecer um produto que funcionasse com o mínimo de interrupções.
  • Fornecer um produto durável e capaz de operar de forma eficaz e eficiente por um longo período de tempo.
SABESP apresenta metas à Hitachi.